Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de março de 2013

Toca-discos iLP, da Ion Audio

Gadget para saudosistas. Muito loko

Do vinil para o iPhone - O toca-discos iLP, da Ion Audio, tenta agradar aos saudosistas do vinil e quem vive com o fone de ouvido plugado em um iGadget. Além de reproduzir LPs, o aparelho possui uma dock para que as faixas sejam digitalizadas e salvas em iPhones e iPads compatíveis, o que exclui os modelos novos. A digitalização dos vinis também é feita ligando o iLP ao computador pela porta USB. Nesse método, a operação é mais rápida.R$ 649, em girafa.com.br


Fonte: http://vip.abril.com.br/fotos/boa-vida/brinquedos-de-homem/veja-fale-ouca-voe/?utm_source=redesabril_clubalfa&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_clubalfa#pid=28771

My English Online - Curso de inglês gratuito do MEC


My English Online, curso de inglês online totalmente gratuito oferecido pelo MEC para o programa Inglês sem Fronteiras. Confira!


My English Online é um curso grátis oferecido pelo MEC - Ministério da Educação e pelo CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, aos alunos de graduação e pós-graduação, de instituições de ensino superior públicas ou privadas.
... Leia mais no Artilharia Digital

My English Online - Curso de inglês gratuito do MEC

edX: MIT e Harvard oferecem juntas educação online


"Um bom sinal de que o tempo não pára, especialmente no que diz respeito à educação, ocorre toda vez que uma grande iniciativa é implantada. E se juntarmos grandes nomes da academia e as últimas tecnologias disponíveis, não é apenas um bom sinal. É um avanço real.
A Harvard University e o MIT juntaram esforços comuns e mais de R$ 118,6 milhões para disponibilizar uma nova plataforma online de ensino acadêmico complementar, o EdX."
... Leia mais no Tecnoblog

Serviço que remunera usuário para ver comerciais na web

Por Marcelo Venceslau, de INFO Online

São Paulo - O fundo de investimento Evolution anunciou, nesta terça-feira (26), um novo tipo de serviço digital de publicidade sob demanda. O Contplay irá premiar com pontos os usuários que assistirem vídeos publicitários de até 30 segundos. Os pontos poderão ser trocados por conteúdo, como música, filmes, jornais, revistas, livros e apps.
O sistema de publicidade on demand funciona de forma semelhante ao Neobux, que “paga” ao usuário pela visualização dos anúncios que estão hospedados no site. O sistema do Contplay é um pouco diferente: o usuário assiste a um vídeo de publicidade, e ao final do vídeo, responde à pergunta: qual a marca exibida neste comercial?, garantindo assim que o usuário assistiu a publicidade inteira.
O vídeo premia o usuário com uma quantidade de pontos relativa ao que o anunciante paga ao Contplay para hospedar seu vídeo. Se a empresa pagar mais, mais pontos o vídeo dará ao usuário.
Depois de acumular uma determinada quantidade de pontos, o usuário poderá trocar o seu “trabalho” por conteúdo em lojas online, como o iTunes, Google Play ou IBA. O site está em fase de integração com algumas empresas, mas planeja fazer parceria também com Netflix, Amazon e Sky Online.
A Sky e a Fiat estão apoiando o Contplay e são as maiores marcas investindo no serviço hoje, segundo Pedro Cabral, CEO da Evolution. Mas o serviço não é restrito apenas para grandes marcas. O Contplay, diz Cabral, visa trabalhar também com pequenas marcas no futuro, desde que elas tenham credibilidade no mercado de internet.
O usuário poderá utilizar o serviço em smartphones, tablets (iOS ou Android) e smartTVs. Também será possível ver no site do serviço o que seus amigos no Facebook ou Twitter estão assistindo e quais foram as publicidades mais vistas pelos usuários. “A nossa ambição é ter o tamanho do Facebook. Queremos atingir a marca de 1 bilhão de usuários”, diz Pedro Cabral.
Para os anunciantes evitarem que os usuários “lucrem” simultaneamente assistindo vários vídeos de uma só vez, o site disponibiliza para as empresas uma ferramenta de corte de frequência, o que limita a visualização do mesmo vídeo para o mesmo usuário a um determinado número máximo de exibições.
O serviço é totalmente gratuito ao usuário. Para quem se interessar em testar o serviço, é só fazer o cadastro no Contplay e ficar em fila de espera. O Contplay estará em período público de testes por seis semanas, e após isso, será aberto oficialmente para o público.



Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/mercado/servico-vai-remunerar-usuario-que-ve-comerciais-na-web-26032013-39.shl

Wolverine – Imortal tem seu primeiro trailer

Acaba de ser lançado o primeiro trailer de Wolverine – Imortal. O clima sombrio dá o tom da prévia; confira:




Mais em http://www.nerdice.com/cinema/wolverine-imortal-tem-seu-primeiro-trailer/

terça-feira, 26 de março de 2013

quinta-feira, 14 de março de 2013

Alternativas para o Google Reader

A Google anunciou o fim do Reader e o ideal agora é encontrar alternativas para essa ferramenta.


Leitores de RSS

Para receber as manchetes divulgadas nos feeds é preciso ter um leitor de RSS. Há vários leitores, gratuitos e não gratuitos, disponíveis na Internet. Alguns deles são listados abaixo.
Feedly (Chrome, IOS e Android)
Outros podem ser encontrados na lista que se encontra nesse endereço aqui.

_______

O que é?
"Web Feed (vindo do verbo em inglês "alimentar") é um formato de dados usado em formas de comunicação com conteúdo atualizado frequentemente, como sites (sítios) de notícias ou blogs. Distribuidores de informação, blogueiros ou canais de notícias disponibilizam um feed ao qual usuários podem se inscrever, no formato de um link. Outros formatos de dado possíveis de serem comunicados por feeds são arquivos de áudio, podcasts e vídeos."Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Fim do Google Reader

A Google anunciou ontem que encerrará as atividades do Google Reader.
A ferramenta estará disponível até o dia 1º de Julho. O ideal é que seus usuários façam um backup das inscrições antes dessa data.

Veja mais aqui também: Google Reader será desligado no dia 1º de julho -  http://tecnoblog.net/126636/morre-google-reader/





Veja também: