Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

MIT lança curso universitário online para todo o mundo

Marco Gandra: MIT lança curso universitário online para todo o mundo:

Por: Olhar Digital
Em: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/instituto-americano-lanca-o-primeiro-curso-universitario-online-do-mundo

Estudos terão duração de 4 meses, e qualquer pessoa pode se inscrever. Alunos receberão certificado no final das aulas.



Reprodução
Cursos online
Quem prefere se dedicar aos estudos sem sair de casa, já tem como opção o famoso Instituito de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos. A organização anunciou o lançamento de um curso livre para todo o mundo, que pode ser inteiramente acompanhado e avaliado pela internet. Qualquer pessoa do planeta pode se inscrever - inclusive nós, brasileiros!

O projeto online, intitulado MITx, vai oferecer, por enquanto, apenas uma modalidade de aprendizagem, que começa em março. O curso interativo de eletrônica foi projetado para "quebrar barreiras na educação", pois o esquema inovador representa um passo significativo no uso da tecnologia para oferecer aulas de ensino superior.

A universidade não vai exigir dos alunos a necessidade de requisitos de entrada ou experiência em outras instituições. As matérias de estudo e grade horária com notas e aulas serão fornecidas inteiramente online, assim como um laboratório virtual, e-books, discussões na web e vídeos equivalentes a palestras. O esperado é que o curso tenha uma duração de quatro meses (caso se inicie em março), com carga horária de 10 horas por semana. Ao final dos estudos, os alunos recebem um certificado com a marca do MIT.

Para garantir o comprometimento dos alunos virtuais, o MIT fará o código de honra, uma espécie de contrato onde os estudantes em casa garantem que terão um comportamento honesto durante o aprendizado. No futuro, a universidade pretende implementar mecanismos de verificação de identidade e trabalhos facultativos de cada um dos usuários para apontar possíveis plágios.

De acordo com a BBC, embora não existam requisitos iniciais para começar o curso de eletrônica, o professor Anant Agarwal, diretor do laboratório de ciências da computação e inteligência artifical do MIT, afirma que os estudantes precisam ter conhecimento mínimo em matemática e ciências.

Na próxima segunda-feira, os responsáveis pela novidade devem definir como outras modalidades serão colocadas em prática. Isso inclui cursos que hoje são oferecidos no campus da universidade com um modelo feito exclusivamente para a internet. Além disso, o MIT planeja lançar outras disciplinas inteiramente online, como biologia, matemática e física.

Rafael Reif, reitor do MIT, diz que a universidade quer ter essa experiência como uma forma de descobrir o que pode ser entregue aos alunos por meio de cursos ministrados na web, como também acreditar que esse mecanismo de ensino pode ser valioso para a formação de profissionais no futuro. Isso tudo sem contar o despertar para o interesse em estudar no próprio campus da universidade, em Massachusetts, formando um grupo bem maior de estudantes internacionais.

Você consegue mais informações sobre como se inscrever, além de ver a lista dos cursos oferecidos, clicando aqui.

'via Blog this'

Erros bizonhos no FIFA E PES 2012.

Rachei de tanto rir XD

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Catitos: Google deve lançar óculos 'Terminator' até o fim do ano

Catitos: Google deve lançar óculos 'Terminator' até o fim do ano:


Há várias semanas, têm circulado rumores de que o Google desenvolve óculos que funcionam como monitores individuais, exibindo imagens, vídeos e informações nas lentes. Agora, o jornal "New York Times" diz que os óculos Terminator – como foram apelidados em referência aos filmes da série O Exterminador do Futuro – vão virar produto e devem chegar às lojas até o fim do ano.
O jornal diz ter recebido a informação de “diversos funcionários do Google familiares como projeto, que pediram para não ser identificados”. Segundo eles, não se trata de um simples monitor. O novo gadget será um smartphone completo em forma de óculos. Terá conexão 3G ou 4G, além de receptor de GPS e vários sensores. Vai rodar o sistema Android e terá uma minúscula câmera de baixa resolução capaz de exibir a imagem da área à frente sobreposta às informações.

Laboratório secreto

O New York Times diz que os smartphones-óculos estão sendo desenvolvidos no Google X, um laboratório secreto próximo à sede do Google em Mountain View, na Califórnia. Sergey Brin, um dos fundadores da empresa, estaria comandando pessoalmente o projeto. O jornal diz, ainda, que os óculos terão o preço de um smartphone – algo entre 250 e 600 dólares nos Estados Unidos.
Steve Lee, o engenheiro do Google que criou o Latitude – aplicativo para smartphone que compartilha a localização do usuário com um grupo de pessoas – também estaria envolvido no projeto. Como a especialidade de Lee é navegação e mapas, isso sugere que haverá ênfase no uso dos óculos para esse tipo de aplicação.
Há outras evidências de que o Google está trabalhando em algum produto óptico. Há pouco mais de uma semana, o jornal "San Jose Mercury News" noticiou que a empresa está equipando um de seus laboratórios com aparelhos para teste de instrumentos ópticos de precisão. Na época, o jornal chegou a afirmar que esse equipamento seria usado num projeto liderado por Sergey Brin.
Já o site "9to5Google" diz que, de acordo com a descrição de pessoas que viram os protótipos, os óculos do Google X são visualmente parecidos com o modelo Thump, da Oakley, que funciona como um player de música. Em junho do ano passado, o mesmo site noticiou que o Google havia contratado Richard DeVaul, que antes trabalhava na Apple. DeVaul, um cientista originário do MIT, é um especialista em computação incorporada ao vestuário.
Uma de suas teses acadêmicas descreve o que ele chamou de “óculos da memória”, um aparelho em forma de óculos capaz de exibir informações ao usuário com discrição. É fácil perceber que todos as peças do quebra-cabeça se encaixam, deixando poucas dúvidas de que o Google realmente está investindo no projeto. Mesmo assim, não há certeza de que os óculos Terminator vão virar um produto comercial, e muito menos de que vão fazer sucesso.
Isso depende, por exemplo, de o Google conseguir desenvolver uma interface de comando realmente prática. O "9to5Google" diz que o comando dos óculos é feito por inclinações da cabeça, método que o site descreve como “intuitivo e fácil de aprender”. Mas pode-se supor que o gadget do Google será mais pesado e volumoso que óculos comuns, além de prejudicar a visão do ambiente. Assim, as pessoas não deverão usá-los em tempo integral. E pode não ser nada prático ter de colocar os óculos cada vez que chegar uma chamada de celular.

Por Exame

'via Blog this'

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Bazinga! Conheça o jogo de tabuleiro da série The Big Bang Theory!




Fonte: Rockntech

Como a maioria já deve saber, está rolando em Nova Iorque, EUA, a Toy Fair 2012, uma das maiores feiras de brinquedos do mundo todo. Entre todas as novidades que foram lançadas lá destaque para este jogo de tabuleiro super legal, um jogo baseado na série preferida dos nerds e geeks, The Big Bang Theory.


 

Esqueça as teorias sobre o universo e tudo mais, no “The Big Bang Theory – Fact of Fiction Trivia Game” você testa seus conhecimentos sobre as curiosidades da série. Para avançar no game você terá que responder cada pergunta, e são centenas delas. O famoso “Rock, Paper, Scissors, Lizard and Spock” também está presente, decorando o centro do tabuleiro.
Obviamente o jogo é indicado aos megaviciados na série e não para aqueles que assistem só de vez em quando. Vale lembrar também que o jogo é totalmente criado em lingua inglesa, então além de ser fã você terá que entender bem inglês. Gostou? O jogo custa US$ 14.29 e pode ser encontrado à venda na americana Amazon. Bazinga!

Fonte: Rockntech

[Via Craziest Gadgets]

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Veja também: